Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 | 17:48
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 08h:41
Tamanho do texto A - A+

Depois de discutir com o marido, mulher de 21 anos morre queimada

Durante o socorro, a mulher ainda disse: “eu te amo, gleba”, referindo-se ao apelido do companheiro

Laura Holsback
Capital News

Ramona Deniz Cantero, 21 anos, morreu queimada na casa onde morava, na rua Iber Cardoso da Silva, no bairro São Miguel, em Nioaque - distante cerca de 187 quilômetros de Campo Grande. O marido da vítima estava no imóvel e declarou que ele e Romona recém tinham discutido e que ela ateou o fogo, trancada no quarto.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, policiais militares foram chamados no local e encontraram o homem, identificado como Jurandir, com queimaduras em um dos braços e a mulher realmente trancada no cômodo indicado.

Policiais tentaram arrombar a porta e por um buraco viram que Ramona estava caída no chão se contorcendo e com a cabeça voltada para o lado da porta, impedindo que fosse arrombada. Foi necessário retirar os pinos da parte interna da porta para removê-la e poder prestar socorro à vítima.

Ramona teve 100% do corpo queimado e chegou a ser levada para hospital, contudo não resistiu. Durante o socorro, a mulher ainda disse: “eu te amo, gleba”, referindo-se ao apelido do companheiro.

 

Versão
Aos militares Jurandir contou que ele e a esposa tinham consumido pinga. Em determinado momento, Ramona estava na sala assistindo televisão e o homem sentado fora da casa, ouvindo som no carro.

O celular de Jurandir tocou e Ramona teria iniciado discussão dizendo: “suas enrabichada, putas, biscates estão te ligando”. A mulher ainda teria dito: “essa é a última vez que você vai me ver”. Em seguida, ela entrou no quarto, mas o marido não deu muita atenção para a promessa e logo escutou um barulho. Ao verificar o que acontecia, percebeu que fumaça saindo por baixo da porta e ouvia Ramona gritando por socorro.

Jurandir disse que chutou a porta para tentar abrí-la, mas não conseguiu e foi nesse momento que teria sido atingido por chamas e teve um dos braços queimados. O homem disse que apagou o fogo pela janela com uma mangueira.

Inquérito policial foi aberto na delegacia da cidade para investigar o caso.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix