Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 25 de Junho de 2018 | 09:37
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018, 11h:29
Tamanho do texto A - A+

Mato Grosso do Sul não tem foco de aftosa há 12 anos

Ministro Blairo Maggi recebeu certificação de país livre da febre aftosa com vacinação em Paris

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

O Brasil recebeu da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) o status de país livre de febre aftosa com vacinação. O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, recebeu a certificação em Paris, nesta quinta-feira (24).

 

A pecuária brasileira avança no quesito sanidade animal, abrindo uma janela de oportunidades nas negociações internacionais. O documento garante que todos os estados são livres de febre aftosa com vacinação. Apenas, Santa Catarina é livre da doença sem vacinação.

 

Para o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Mauricio Saito, o reconhecimento comprova o trabalho desenvolvido pelos produtores rurais do Estado. “Há 12

Famasul

Mato Grosso do Sul não tem foco de aftosa há 12 anos

Presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Mauricio Saito

anos, nosso estado não registra nenhum foco de aftosa, refletindo o bom trabalho desenvolvido tanto pelo setor rural como por todos os atores dessa cadeia”.

 

Saito acrescentou ainda: “A gestão do produtor rural, o sistema de vigilância e a contribuição da comunidade científica são fatores que garantem que sejamos referência em produção, sanidade e sustentabilidade de carne que é demandada por mais de 150 países”.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix